Uma comitiva do município de Anta Gorda esteve visitando propriedades e indústrias argentinas e chilenas.

Uma comitiva do município de Anta Gorda esteve visitando propriedades e indústrias argentinas e chilenas. O grupo composto por Vanildo Luiz Roman atual Secretário da Agricultura, oCelso Casagrande, Eugenio Luis Senter representante da Emater e Jacir Potrich gerente do SICREDI. A viagem aconteceu de 16 à 20 de março deste ano.

O relato da viagem….

Argentina

Visita a cantina Cavas de Don Arturo, Mendoza

Nesta visita conheceram a parte dos vinhedos de onde são obtidas as uvas processadas na cantina, as variedades, técnicas de cultivo e demais informações sobre o cultivo da videira. Após, conheceram as técnicas de elaboração do vinho desta pequena cantina, que por ser pequena tem condições de acompanhar todo o processo para obter um bom vinho, desde o cultivo da uva até a elaboração do vinho. A cantina produz vinhos tintos, especialmente das castas Malbec, Cabernet Sauvignon, Merlot e Sirah. Ao final foram recebidos pela proprietária Gloria Naranjo, que explanou sobre as características dos varietais.

Visita a Olivícola Laur, Maipú – Mendoza

Esta empresa foi fundada por Don Francisco Laur, imigrante francês, oriundo da região do Loire, que se estabeleceu em Maipú no início de 1900. Foi pioneiro na implantação de olivais bem como na produção de azeite de oliva.

A partir de 1993 iniciou-se um processo de modernização tecnológica, incorporando o método de extração contínua de azeite de oliva, o que determinou grande incremento na produtividade industrial. O departamento de controle de qualidade da Laur Divisão Azeites S. A. trabalha pelas normas da ISO 9001 2000, certificação conquistada em 2003. Nesta visita tiveram oportunidade de visitar os olivais, acompanhados pelo Engenheiro Agrônomo responsável, onde nos foi explicado as técnicas de cultivo das oliveiras. Após visitamos a fábrica de azeite.

Fundação PróMendoza

A Fundação PróMendoza é o resultado da união de esforços dos quatro protagonistas relevantes da economia provincial, -o governo da província, a União Comercial e Industrial, a Bolsa de Comércio e a Federação Econômica de Mendoza -, Fundação ProMendoza é uma entidade pública e privada que desde 1996 impulsiona a projeção internacional especialmente das pequenas e médias empresas.

A Fundação organiza missões comerciais e entrevistas com importadores, contata sócios internacionais para alianças estratégicas, consórcios ou uniões transitórias. Para isso oferecem serviços sobre oportunidades comerciais, bases de dados, estudos de mercado, normas e estatísticas de comércio exterior, coordenam seminários de capacitação para exportadores. Também, participam em feiras internacionais e mesas de negócios.

Na Fundação PróMendoza o grupo de Anta Gorda foi recebido pelo coordenador da área de promoção comercial Fernando Urdaniz e Victoria González Arzac que também atua na área de promoção das exportações. A dupla fez uma apresentação sobre a agricultura na província de Mendoza e discorreram sobre o intercâmbio comercial entre o Brasil e a Argentina. Após responderam questionamentos dos participantes do grupo.

Empresa Frutícola Brunetti – Tupungato – Valle de Uco

Empresa produtora de frutas de clima temperado, como maçã, pera, pêssego, nectarina e ameixa, com área de 120 ha em produção. Nesta empresa foram recebidos pelo Engenheiro Agrônomo Miguel Angel, gerente de produção, que explicou toda a tecnologia de cultivo das frutas, sistema de irrigação, proteção anti-granizo e sistema de proteção contra as geadas.

Salentein Fruit – Mendoza

Empresa exportadora de frutas, que possui certificação Eurepgap para produção de frutas e certificação HACCP no sistema de processamento e embalagem. Exportam maçã, pera, pêssego, nectarina, ameixa, e cerejas, provenientes dos 400 ha de pomares próprios e de 600 ha de pomares de fornecedores.

Seu packing-house está equipado com a tecnologia mais moderna no que diz respeito a equipamentos de seleção, embalagem, pré-resfriamento por cortina de frio e conservação em câmara frigoríficas com glicol. O Glicol é um tipo de álcool que, misturado à água, ganha características de baixo ponto de congelamento e segurança quanto à toxicidade, muito favoráveis se comparado com fluidos frigoríficos tradicionais que, em caso de vazamentos, podem trazer sérios prejuízos ao alimento, ao homem e ao meio ambiente. A empresa exporta frutas para diversos países, sendo os principais destinos de seus produtos a Comunidade Econômica Européia, Leste Europeu, Estados Unidos, Brasil e América Central.

Nesta visita fomos recebidos pelo gerente geral da unidade que nos acompanhou na visita ao packing-house e ao prédio de armazenamento das frutas, onde podemos verificar o processamento e embalagem das maçãs e pêras que estavam sendo preparadas para serem exportadas ao Brasil.

Viveiro Bobadilla – Vista Flores – Tunuyán – Mendoza

Tradicional viveiro de produção de mudas de frutas de clima temperado. Foram acompanhados pela responsável técnica pelo viveiro Engenheira Agrônoma Belen Bobadilla, que explicou todo o processo de produção de mudas, desde a produção do porta-enxerto, enxertia, desenvolvimento das mudas e processamento para transporte e entrega.

Chile

No Chile foram recebidos e acompanhados em todo o percurso por uma equipe da Secretaria Regional Ministerial, através do Secretário Ministerial Ricardo Vial e do jornalista Hernan Bustos, e pelo pesquisador do INIA Horacio Lopez, representante do Centro Regional de Pesquisa do INIA La Platina, além de um cinegrafista que registrou toda a visita do grupo estrangeiro.

Laticínio “La Cabaña” – Mallarauco – Província de Melipilla

Pequeno laticínio que recebeu aporte de recursos do Fundo para Inovação Agrária e processa leite transformando em diversos tipos de queijo, tipo cremoso, como o Edam.. Neste local foram recebidos pelo proprietário Patricio Erpel, que explicou o processo de fabricação do queijo e proporcionou degustação dos mesmos.

A comitiva do município de Anta Gorda, através do Secretário da Agricultura Vanildo Roman, aproveitou para convidar o proprietário e autoridades para participarem da Festleite que ocorre naquele município de 22 a 25 de abril de 2010.

Empresa Agrícola Pahuilmo – Mallarauco – Província de Melipilla

A Sociedade Agrícola de Pahuilmo está situada em um vale que possui uma superfície de 20 quilômetros quadrados no Valle de Mallarauco. A Empresa tem entre suas atividades a criação de vacas leiteiras, industrialização do leite e produção de frutas. Nesta propriedade foram recebidos pelo proprietário Sr. Marcelo, que juntamente com os responsáveis técnicos de cada setor, levou a conhecer o sistema de criação de gado leiteiro e o cultivo de cítricos e paltas, espécie de abacate muito consumido no Chile. Na área de produção de gado leiteiro a comitiva visitou as instalações e verificou o manejo de criação de terneiras.

No estábulo de ordenha observaram todo o manejo de ordenha, bem como conheceram o controle leiteiro através de um moderno sistema de automação que permite o controle e a análise do animal por ordenha, monitorando-se todos os seus passos, cada litro ordenhado, a qualidade do produto, o peso do animal e sua saúde, entre outros itens. Todo animal possui uma ficha no computador, que armazena as informações enviadas por um cartão magnético ou pedômetro, um tipo de pulseira, afivelado em uma das patas, lido magneticamente no instante em que o animal chega à baia. Na área de laticínio, onde o leite é pasteurizado, homogeneizado e envasado, modernos equipamentos e profissionais especializados garantem a qualidade da produção do leite pasteurizado. No setor de fruticultura visitamos um pomar de laranja de umbigo, onde visualizamos o sistema de irrigação por gotejamento e técnicas de condução. Foto 09

Viña Chocalan – província de Melipilla

A propriedade dispõe de um vinhedo familiar, localizado nas ladeiras e nos pés dos montes do Vale do Maipo, na Província de Melipilla, Região Metropolitana,em um excelente terreno entre a Cordillera de Los Andes e a Cordillera de la Costa, a 5 km do povo de Melipilla. Viña Chocalán produz vinhos aromáticos e de grande sabor nos 340 hectares de campo virgem, que possuem um microclima único, produto do contraste de luminosidade, altitude, influência do Oceano Pacifico, de variados tipos de solo e as pronunciadas diferenças de temperatura.

Na visita o grupo visitante foi acompanhado pela Gerente Geral Aida Toro Harnecker. Agrônoma pela Universidade Católica e dona de uma granja, Aída Toro tem administrado este projeto vinícola desde seu início, supervisando tanto a implantação dos vinhedos como a construção da adega. Após a visita aos vinhedos, onde nos foi explicado as técnicas de condução e manejo das videiras, visitamos a cantina onde são produzidos vinhos das variedades Carmenére, Merlot, Sirah, Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Pinot Noir, Malbec, Petit Verdot, Chardonnay, Riesling, Gewurtztraminer, Viognier e Sauvignon Blanc.

A comitiva retorna a Anta Gorda com muitas experiências na bagagem e com expectativas de poderem aplicar os novos conhecimentos no desenvolvimento municipal.

Data de publicação: 26/03/2009

Compartilhe!