Prefeito comemora o fato, após de trabalhoso processo burocrático para conquistar os devidos licenciamentos junto à Fepam e ao DNPM

Prefeito comemora o fato, após de trabalhoso processo burocrático para
conquistar os devidos licenciamentos junto à Fepam e ao DNPM

Os moradores
do centro de Anta Gorda e arredores, provavelmente, não perceberam, mas, por
volta das 15 horas dessa terça-feira, dia nove, ocorreu a primeira detonação de
pedras junto ao britador municipal de Anta Gorda. O estrondo não foi sentido
tanto pois sua preparação levou semanas para ser efetuada com os mínimos
impactos ambientais possíveis. Localizado na Linha Cavagnoli, o local estava
interditado, desde a época da administração anterior, por localizar-se em área
de preservação ambiental. De lá para cá, a administração pública municipal
buscou soluções para que a situação fosse revertida e ele pudesse voltar a
operar. Após intensos estudos e processos burocráticos, a Fundação Estadual de
Proteção Ambiental (Fepam), no dia dois de abril desse ano, carimbou o
licenciamento almejado. Cumprida essa etapa, necessitava-se de outra liberação:
junto ao Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). Mais três meses
foram precisos para que essa segunda autorização fosse emitida. De imediato, iniciaram-se
os testes até que, finalmente, nessa semana, o britador voltasse a operar
normalmente.

Levando-se em
conta que o município possui cerca de 800 km de estradas de chão batido (que
escoam a produção, transportam estudantes e a comunidade, em geral) divididas
por suas localidades do interior, a fabricação própria de brita faz com que
economize significativamente. O caso passou até pelo Ministério Público, onde o
prefeito Neori Luiz Dalla Vecchia assinou um termo de ajuste de conduta (TAC),
comprometendo-se a cumprir todas as exigências da Fepam, caso o projeto fosse
aprovado. “Essa decisão não foi simples, pois o TAC é algo sério e prevê penas
severas que cairão diretamente sobre mim, se não for cumprido. Mesmo assim
assinei, pois me comprometi em buscar sempre o melhor para nossa comunidade”,
conta o prefeito.

A licença de
uso expedida é valida para 12 meses. “Sabendo-se de todo o trabalho e dores de
cabeça que tivemos para conseguir deixar nosso britador de acordo com todas as
leis exigidas e apto para funcionar, temos muito a comemorar com essa
conquista”, conclui Neori, orgulhoso ao acompanhar o momento da detonação ao
lado do secretário de obras, Cláudio Moraes.

Data de publicação: 11/09/2014

Compartilhe!