Diante do cenário preocupante atual, Anta Gorda formaliza estratégias de combate ao mosquito Aedes Aegypt transmissor da dengue, febre amarela, chikungunya e zika vírus

Diante do cenário preocupante atual, Anta Gorda formaliza estratégias de combate ao mosquito Aedes Aegypt transmissor da dengue, febre amarela, chikungunya e zika vírus. No dia 20 de janeiro houve a reunião de uma comissão formada por representantes das secretarias e das vigilâncias sanitária e ambiental municipais. O objetivo foi destacar compromissos, responsabilidades e atribuições inerentes à esfera municipal na condução do processo permanente de prevenção ao vetor.

Com orientação da 16ª Coordenadoria Regional da Saúde, um plano municipal de ações para o combate ao mosquito foi elaborado e será analisado pelo Conselho Municipal de Saúde e, após, pela Câmara de Vereadores para que, em seguida, possa ser encaminhado para a Coordenadoria e posto em prática. O comitê também leva em conta a possibilidade de realizar o “Dia de Ação contra a dengue” no mês de março.

Atualmente, através da Secretaria da Saúde, Meio Ambiente, Assistência Social e Vigilância Sanitária, é realizado um trabalho de prevenção e orientação com a agente de endemias, Vânia Guarda Brancher, que realiza visitas periódicas em locais estratégicos para verificar se há a presença do mosquito. Também os agentes de saúde, em suas visitas mensais, orientam a comunidade quanto aos cuidados para prevenção.

 

Data de publicação: 05/02/2016

Compartilhe!