A administração seguirá trabalhando na busca de alternativas para que as atividades possam ser retomadas aos poucos, mas que somente poderá fazê-lo quando houver amparo legal para isso.

Não houve até hoje uma resposta do Governador ao ofício enviado ao Governo do Estado para flexibilizar os protocolos do Distanciamento Controlado para o comércio, salões de beleza, barbearias e demais serviços classificados como não essenciais.

Também foi negado o pedido de sindicatos do RS para abertura de lojas a clientes. O Desembargador Rui Portanova, integrante do Orgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul foi contrário ao pedido liminar de abertura de lojas proposto por 16 sindicatos de comerciantes varejistas de cidades gaúchas.

No último sábado, em reunião com os representantes do G10, o Prefeito Xico Frighetto apresentou um ofício da CIC/CDL e debateu com os demais Prefeitos sobre a situação sanitária e econômica dos municípios e obteve a confirmação de que todos os municípios estão adotando os mesmos protocolos, levando em consideração que o sistema de cogestão está suspenso até dia 21/03.

De acordo com o Prefeito, a administração seguirá trabalhando na busca de alternativas para que as atividades possam ser retomadas aos poucos, mas que somente poderá fazê-lo quando houver amparo legal para isso.

Data de publicação: 15/03/2021

Compartilhe!