Na tarde desta sexta-feira dia 13 de dezembro a prefeita de Anta Gorda, Madalena G. Zanchin e o secretário de agricultura Joelmo Balestrin participaram da inauguração do complexo avícola da Dália, na cidade de Arroio do Meio.

 Na tarde desta sexta-feira dia 13 de dezembro a prefeita de Anta Gorda, Madalena G. Zanchin e o secretário de agricultura Joelmo Balestrin participaram da inauguração do complexo avícola da Dália, na cidade de Arroio do Meio.

A Cerimônia de inauguração está contando com a presença da Ministra da Agricultura Tereza Cristina, do Governador Eduardo Leite, Secretários Estaduais, Deputados, prefeitos, vereadores, direção da Dália Alimentos, Sicredi e demais lideranças de toda a região.

Madalena elogiou muito o empreendimento e ressaltou o espírito visionário da direção da Dália. “O Brasil vive um de seus melhores momentos em termos de perspectivas para a exportação de carnes e a direção da Dália conseguiu antever isso e preparou a cooperativa para atender a esta demanda, tenho certeza que o reflexo destas iniciativas chegarão a todo o vale do Taquari de forma muito benéfica para a nossa economia. Anta Gorda é parceira desta iniciativa, em breve estaremos inaugurando o condomínio avícola que vai ajudar a abastecer este complexo e com isso estamos integrados e interligados para o impulsionamento do desenvolvimento da região”, declarou Madalena muito empolgada com as excelentes expectativas para a região.

O município de Anta Gorda incentivou um grupo de 18 associados da Dália a empreenderem na implantação de um condomínio avícola na localidade de Linha Quinta, interior de Anta Gorda. O investimento superará os 10 milhões de reais. As obras desde que iniciaram estão gerando emprego e renda no município e assim que o empreendimento entrar em atividades nos próximos meses deverá gerar empregos fixos e renda para os associados e município. A estimativa é de que o condomínio gere em média R$ 200 mil reais anuais de retorno de ICMS para o município e que em aproximadamente sete anos, o incentivo destinado pelo município seja ressarcido aos cofres públicos, que poderá realizar novos investimentos.  

Fonte: Assessoria de imprensa

Data de publicação: 13/12/2019

Compartilhe!