Trabalhar com uma bela vista do centro da cidade é um privilégio que será aproveitado pela Canaã Reciclagem e Transportes de Resíduos.

Trabalhar com uma bela vista do centro da cidade é um privilégio que será aproveitado pela Canaã Reciclagem e Transportes de Resíduos. A empresa iniciou a concretização de um projeto para um novo galpão de triagem e transbordo de resíduos sólidos, na Linha Cavagnoli, interior de Anta Gorda. Atualmente instalada na Linha Santos Filho Arossi, prevê a mudança para o novo local para em torno de 12 meses.

A obra está projetada para ser de 30x60m e o auxílio que recebe da Administração
Municipal é com a terraplanagem. Atuando no ramo de reciclagem há 15 anos, o proprietário Alex Arossi diz que o objetivo do investimento – orçado em cerca de R$ 1,2 milhão – é dobrar a produtividade e a oferta de trabalho. Atualmente, a Canaã processa 150 toneladas de resíduos por mês, atendendo a 12 municípios e gerando 24 empregos.

Além da Canaã, através da Secretaria de Obras, a Administração também já auxiliou com horas/máquinas para terraplanagens ou melhoramento de acessos, nesse ano, a Agroindústria Taicá, localizada na Linha Santos Filhos Arossi, a Ervateira Voljan, no Distrito de Itapuca, a Ervateira Exportadora e Importadora Acrevi e a Miotto Alimentos, ambas na Linha Dossena. Estão programados também, para os próximos meses, auxílios à empresa Laticínio Cotrilac, da Linha Dossena e a uma nova ervateira a ser instalada na Linha Contini.

Conforme o prefeito Neori Luiz Dalla Vecchia, mesmo a situação sendo de crise, com um planejamento prévio a Administração pretende concretizar todas as obras previstas. “O momento é delicado e temos ciência disso. Estamos fechando as torneiras ao máximo para conseguir manter estáveis as contas públicas, mas nosso intuito é não abrir mão de auxiliar empreendimentos que geram empregos e retorno de impostos ao município. Com os pés no chão, aos poucos, vamos fazendo acontecer”, afirmou.

Outro incentivo para o setor da Indústria e o comércio é a Campanha Compra Premiada, idealizada em parceria com a Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC). Ao usufruir de serviços ou comprar no comércio do município, o cidadão é estimulado a exigir nota fiscal. Com ela, pode concorrer aos até 3 mil reais em dinheiro, basta trocar, gratuitamente, por cautelas na Prefeitura ou na CIC.

Data de publicação: 30/07/2015

Compartilhe!