Na noite de terça-feira, 3 de março, ocorreu a convocação de todos os servidores para participarem de uma reunião do Fundo de Previdência para orestação de contas e eleição dos dos membros.

Na noite de terça-feira, 3 de março, ocorreu a convocação de todos os servidores para participarem de uma reunião do Fundo de Previdência para orestação de contas e eleição dos dos membros.
O secretário da Fazenda, Mateus Pianezzola, falou que o intuito foi conversar sobre todos esses assuntos e explicar como estão os investimentos.  
Na ocasião foram abordadas as mudanças nas alíquotas que terá uma alteração obrigatória a partir da metade do ano, a PEC, Reforma da Previdência exigiu essa alteração para os municípios, hoje a alíquota do servidor é de 11% do salário que ele recebe, e o município paga a cota patronal de 13,4% . A partir da metade do ano o município e o servidor passarão a contribuir em 14% cada um, tendo um aumento de 3% para o servidor e 0,6% para o município, na contribuição previdenciária.  Além deste custeio normal, o município hoje tem um passivo com relação ao fundo e precisa recuperá-lo.  Para fazer essa recuperação de um valor que gira em torno de R$ 20 milhões, o município paga mensalmente um valor ao fundo, para que de acordo com a lei aprovada, em 35 anos este passivo seja recuperado.  
Este ano, na atual situação que o município está, pagando sobre a folha de pagamento dos servidores 25,8% de recuperação do passivo atuarial, isso significa que mais ou menos um quatro da folha que é paga é a mais para recuperar esse passivo, esse déficit que o RPPS acumulou em toda sua existência. Pelos novos cálculos já teve uma prévia agora dessa alíquota de recuperação que será em torno de 22% ao invés de 25%, porém, vai ter um escalonamento que vai subindo 1,5% ao ano.
Em seguida houve a escolha da nova diretoria, sendo o comitê de investimentos, que é quem toma as decisões de como esse dinheiro vai ser investido em quais fundos, bancos e de que maneira será. O conselho tem como novos membros titulares Mateus Pianezzola, Vacilane Dalla Rosa Laurentino, Graziela Musselin Dal Osto, Rodolfo Poletto, Viviane Piovesani e Dulce Schenatto Baroncello e como presidente ficou a servidora Vanessa Dametto Lazzari.
E membros suplentes Lilian Rossi, Patrícia Cavagnoli, Vilmar Stello, André Lottici, Everaldo Lamperti, Simone Casagrande Baldi, Marilene Dalla Vecchia Cutti.
Os membros estarão à frente durante dois anos decidindo de que forma administrarão o dinheiro.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Data de publicação: 06/03/2020

Compartilhe!