O evento contou com muita música, comida típica italiana, palestra e diversão.

O grupo “Quem canta seus males espanta”, do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS)  de Anta Gorda esteve animando o filó, promovido pelo CRAS em parceria com  Emater e as comunidades do interior,  na última sexta-feira, dia 2, na comunidade da Linha Sangão. A programação teve início às 19h30min com apresentações musicais seguida de palestra com Professora Rosane Marques sobre relacionamento familiar. Presentes no evento importantes lideranças como vice-prefeita Madalena Gehlen Zanchin, Pe. Benjamin Borsatto, Eugênio Senter representante da Emater, Secretária de Saúde e Assistência Social Anadir C. Souza.

O Filó que tem um cunho social e se propõe a promover o fortalecimento das relações familiares e comunitárias, resgatar as tradições e proporcionar momentos de reflexão, diálogo e valorização da vida atraiu dezenas de pessoas que deixaram o conforto de suas casas para participar do evento. Segundo Anadir C. Souza, o filó tem o objetivo de resgatar valores, por isso sempre se enfatiza o canto, a alegria, o encontro. Oportunizar momentos de confraternização e alegria para as pessoas. Momentos em que elas podem se integrar, conversar e passar horas agradáveis. O evento que contou com palestra ‘Falando sobre a família’, destacou a importância de um bom relacionamento. ”Família é a primeira escola, santuário da vida, célula vital da sociedade”, destaca Rosane Marques. Para o presidente da comunidade do Sangão, Jussandro Mucelin foi muito importante reunir as famílias e as comunidades, algo muito diferente, e interessante.

A vice-prefeita Madalena Gehlen Zanchin enfatizou a importância do CRAS em parceria com a Emater de proporcionar momentos saudáveis de convivência, de estar partilhando alimentos, conversando, rezando, proporcionando momentos de bem-estar. Ainda, destacou que como administração estarão sempre apoiando e disponibilizando ferramentas para o filó continuar acontecendo.

Ao final da palestra foi realizada uma confraternização, quando pratos típicos da cultura italiana foram servidos. Marcado por muita alegria, quem participou do Filó teve a oportunidade de vivenciar o resgate da cultura trazida pelos imigrantes italianos.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Data de publicação: 05/08/2019

Compartilhe!