Cuidar da mente é cuidar da vida.

 

Então, porque cuidar da saúde mental? Dar importância a saúde mental é se perceber, olhar para seu interior e perguntar como você está. Falar de saúde mental é, portanto, falar de dia a dia, da nossa vida. É respeitar o outro com sua história singular, compreender que cada um enfrenta batalhas particulares que desconhecemos e age perante elas da forma que consegue.

A saúde mental e emocional não se restringem a transtornos ou a doenças mentais como depressão, ansiedade ou dependência química. Elas dizem respeito ao nosso modo de estar no mundo, às nossas relações com as outras pessoas e à nossa postura perante o lugar em que vivemos. Tem a ver com sofrimento tanto quanto com felicidade.

O cuidado com a saúde mental tem impacto direto em todos os aspectos de nossa vida. Diante disto se faz necessário investirmos na prevenção, desenvolvendo um maior autoconhecimento, melhorando a qualidade dos nossos pensamentos, questionando nossos hábitos, mudando nosso comportamento, estabelecendo relações mais saudáveis e consequentemente vivendo mais feliz.

O que vale dizer: como anda a sua Saúde Mental? Seus sonhos, projetos e emoções estão em equilíbrio? Sente ansiedade, desconforto, confusão mental ou conflito interior com frequência? São perguntas simples que fazem parte da vida e que também precisam de resposta, de atenção, de tratamento especializado. Tenha um olhar diferente para a vida. Cuide do seu interior, das suas emoções, da sua saúde mental.

Quem cuida da mente, cuida da vida, você te se cuidado?

Compartilhe!